Expectativas racionais?

17 de Abril, 2017

A universidade ensina a questionar. O seu papel nunca foi tão importante como na conjuntura atual do mundo, repleta de grandes interrogações e incertezas.

Além das grandes questões filosóficas que se levantam sobre os modelos sociais ocidentais e sua sustentabilidade, a globalização veio reformular os padrões económicos clássicos. Além disso, sobressaem problemas de segurança, não só derivados do terrorismo, mas de novas tensões geopolíticas, como no Médio Oriente, entre sírios, russos e americanos, ou na Coreia do Norte, entre americanos, coreanos e chineses. Novos e velhos radicalismos políticos e religiosos emergem.

Em especial no caso português, questiono as razões que levam a tanta euforia económica, o crescente recurso ao crédito ou o elevadíssimo índice de confiança dos consumidores, que segundo a Nielsen atingiu recentemente o valor mais elevado de sempre, 74 pontos. Já não me refiro às grandes interrogações internacionais, mas em especial à verdadeira realidade nacional, em que o problema da banca está longe de estar resolvido, em que a dívida pública continua a crescer e a bater recordes, ultrapassando os 133% do PIB, o desemprego e a precariedade não recuam, e muita instabilidade ao nível da construção europeia.

Ainda assim, o Gabinete de Estudos do Fórum para a Competitividade estima que a economia nacional possa crescer 2% em 2017, apesar da sua desaceleração progressiva ao longo do ano.

Na economia comportamental ou na nova economia clássica, o conceito de expectativas racionais (Muth, 1961) tem por base a hipótese de que os agentes utilizam a informação disponível relativamente ao comportamento e previsões da economia, antecipando de forma racional as atitudes e as políticas futuras do governo (Lucas e Rapping, 1969), reagindo no presente em consonância com as expectativas formadas pautando os seus comportamentos de consumo, investimento e poupança, por essas “guidelines”.

Muitas vezes as flutuações de preços ou os índices de crescimento acontecem devido a alterações de expectativas e estímulos e não por factos concretos. A grande questão será interpretar os indicadores e saber filtrar informação individualmente (microeconomia) e não como um todo, como funcionam os agentes económicos, considerando o seu agregado (macroeconomia).

Há razões que a Razão desconhece. Não restam dúvidas de que vivemos tempos muito curiosos. Questionemo-nos.

 

Director do ISG – Business& Economics School

Artigo em conformidade com o novo Acordo Ortográfico

Outras Notícias

WORKSHOP: Quero um emprego: Como procurar e conseguir?

ENQUADRAMENTO Atualmente as empresas recorrem a técnicas de seleção muito rigorosas, pelo que a elaboração de um bom Curriculum Vitae (CV) já não é suficiente para conseguir emprego. Deste modo, é importante possuir um plano porque o processo de procura de emprego...

5º Webinar

5º Webinar "O Turismo Pós-COVID e os impactos nas avaliações de Unidades Hoteleiras" - 19 de Junho - 16h00 no âmbito da Pós Graduação em “Gestão e Avaliação Imobiliária” do ISG em parceria com a ASAVAL.” Inscrições: clara.viegas@isg.pt

VAMOS À TUA ESCOLA VIA ZOOM!

Hoje, dia 9 de junho, pelas 14h, o Instituto Superior de Gestão estará em Direto via zoom com o IEDP – Instituto Educação Desenvolvimento Profissional. Acompanhe a Apresentação Institucional, e fique saber mais sobre os Cursos do ISG! #isg #institutosuperiordegestao...

Santander IE Best Practices in Digital Education for Teachers

O ISG promove junto da sua Comunidade Educativa o programa no qual o Santander Universidades e a IE Foundation oferecem em conjunto 5 mil bolsas de estudo online destinadas a professores, com o objetivo de potenciar a aquisição de "competências, ferramentas para...

Reunião Conselho Geral do ISG

O Conselho Geral do ISG reuniu hoje, com os conselheiros a analisar os dados relativos ao número de estudantes do ISG, as áreas de rentabilidade da instituição, o balanço do 1.º semestre do ano letivo 2019/2020 e a apresentação do plano de atividades. Os diversos...

×

Bem-vindo(a)!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 969844241