Select Page

Empreender na cooperação

10 de Maio, 2018

Nos últimos tempos tenho sido testemunha da mudança que está a ocorrer na política externa portuguesa, através, entre outras medidas, da profunda alteração que tem vindo a ser introduzida nas nossas embaixadas.

Durante muitos anos, tantos que lhes perdi a conta, quando visitava um país, no âmbito das minhas funções profissionais, tinha o hábito de solicitar uma audiência ao nosso embaixador para lhe dar nota do propósito da visita e dos objetivos que me tinham levado até aquele destino.

Depois de muitas más experiências confesso que perdi esse costume, o que me causava sempre tristeza pois considerava que enquanto cidadã e profissional a representar o meu país, visitar a minha embaixada deveria fazer parte da minha rotina. Cedo percebi que os nossos embaixadores e restante corpo diplomático, salvo raríssimas exceções, não tinham entendido a importância que a sua presença e os seus inputs poderiam ter na vida das empresas e daqueles nacionais que, longe de casa, tentam buscar algum conselho e sábias sugestões.

As embaixadas portuguesas eram espaços nobres utilizados em exclusivo para a útil representação do Estado nos termos do arquétipo existente à época.

Ao longo dos últimos tempos, tenho constatado, de forma direta, que a arte de empreender chegou aos nossos diplomatas e que a cooperação começou a ser trabalhada na primeira e na segunda pessoa do plural. Deixou de ser um exercício solitário. Como por magia, nas nossas embaixadas empreender passou a fazer parte integrante do léxico diário.

O desígnio nacional de nos tornar a todos representantes de Portugal ganha agora mais significado quando percebemos que empreender na cooperação é mais fácil porque o dinamismo, a ambição, a energia de fazer mais e melhor tomou conta da ação de todas e de todos.

Para empreender é preciso querer fazer diferente e deixar a pegada de se ter inovado, seja de paradigma ou de rumo.

Cooperar é ir ao encontro do outro e isso implica sempre movimento em direção a outro destino, a outra cultura.

Poderemos pensar que a praxis da diplomacia económica foi o motor desta mudança. Quero acreditar que não e que tal se deveu ao facto de quem manda na nossa política externa ter percebido que empreender na cooperação é a simbiose perfeita para dar uma nova orientação ao ímpeto nacional existente em torno do elogio à diversidade.

 

Artigo publicado a 10/05/2018 em Link to Leaders

Outras Notícias

2024 | 2025

O ISG |Business & Economics School dispõe de um Serviço de Apoio ao Candidato onde podem ser obtidas informações relacionadas com o teu processo de candidatura à Universidade e esclarecer dúvidas acerca das Condições de Acesso/ ingresso e tipologia de candidatura....

Criar Saberes 2023|2024 na Escola Secundária Romeu-Correia

O projeto Criar Saberes 2023/2024 continua a viajar pelas escolas portuguesas! Na quinta-feira, dia 22 de fevereiro, os estudantes da Escola Secundária Romeu-Correia tiveram a oportunidade de acompanhar a palestra da Professora Doutora Mariana Marques, Provedora do...

Ciclo de Palestras – “O meu Sucesso Começou aqui!” 2ª edição

A segunda edição do “Ciclo de Palestras” do Instituto Superior de Gestão começa já no início do segundo semestre! No âmbito da Unidade Curricular de Estágio/Projeto, de 28 de fevereiro até 29 de maio, ex-estudantes do ISG estarão presentes nas aulas para ministrar...

Nova semana pelas escolas do País com a Inspiring Future

Nova semana, novas escolas que descobriram a Primeira Business School, em Portugal, em parceria com o Projeto Inspiring Future. Os alunos e alunas das Escolas Secundárias Cacilhas-Tejo, Frei Gonçalo de Azevedo, Sebastião e Silva, Braamcamp Freire e Colégio Manuel...

Desenvolvendo uma abordagem adaptável para o século XXI

A urgência por uma abordagem revigorada destaca a importância crucial da adaptabilidade, flexibilidade e resiliência nas organizações contemporâneas. Em ambientes complexos, saturados por interconexões e mudanças rápidas, as estratégias tradicionais podem perder a sua...

ISG celebra 9 defesas de Dissertação de Mestrado

A poucas semanas do início do segundo semestre do ano letivo 2023-2024, o Instituto Superior de Gestão celebrou 9 defesas de dissertação, formando Mestres em Marketing, Gestão do Potencial Humano e Estratégia de Investimento e Internacionalização. Felicitamos os...

Troiaresort procura reforçar área de Owners

O Instituto Superior de Gestão divulga uma oferta de emprego para Property Manager do Troiaresort. Deves ter: Formação académica ao nível de Gestão ou Engenharia;Experiência profissional anterior em gestão de condomínios;Experiência em controlo orçamental, gestão e...

×

Bem-vindo(a)!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 969844241