Select Page

Estarão as nossas empresas mais sustentáveis com a implementação de um sistema de gestão integrado?

1 de Outubro, 2021

O contexto empresarial está a atravessar uma fase de transformação pela evolução digital, pelas alterações climáticas, pelas alterações de saúde dos trabalhadores, entre outras. Verifica-se que as empresas estão cada vez mais preocupadas com o hoje e com o futuro, adaptando-se e limitando o seu impacto ambiental.

O futuro construir-se-á com as empresas que estiverem mais bem preparadas e capazes de se adaptarem, em cada momento, às novas exigências. Somente essas vão sobreviver e prosperar. As empresas têm um papel crucial a desempenhar e em contribuir para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), propostos pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Tendo como base os ODS, que representam as prioridades globais para a Agenda 2030 e que são uma visão comum para a Humanidade, como é que podemos enquadrar os mesmos na implementação de um Sistema de Gestão Integrado? Analisando-os ao nível do referencial ISO 9001, encontramos:

  1. Erradicar a pobreza;
  2. Saúde de qualidade;
  3. Educação para a qualidade;
  4. Trabalho digno e crescimento económico;
  5. Indústria, inovaçao e infraestruturas;
  6. Produção e consumos sustentavéis;
  7. Paz, justiça e instituições eficazes.

Com a implementação deste referencial, a organização poderá melhorar o seu desempenho, conciliando o fornecimento de produtos e serviços, para satisfazer as necessidades e expetativas dos clientes, e assegurando o cumprimento das exigências estatutárias e regulamentares. Desta forma qualquer organização fortalece as relações com os seus stakeholders, integrando o pensamento baseado no risco, antecipando-os e criando oportunidades, ascendendo a novos mercados, tornando-se mais competitivas e melhorando a imagem perante a sociedade.

Retomando os ODS, numa outra vertente, à luz do referencial ISO 14001, encontramos:

  1. Água potavél e saneamento;
  2. Energias renováveis e acessivéis;
  3. Indústria, inovaçao e infraestruturas;
  4. Reduzir as desigualdades;
  5. Cidades e comunidades sustentáveis;
  6. Produção e consumos sustentáveis;
  7. Ação climática;
  8. Proteger a vida marinha;
  9. Proteger a vida terrestre.

Com a implementação deste referencial, a organização incorpora as questões ambientais na gestão da organização, no sentido de reduzir o impacte ambiental das suas atividades como: as emissões gasosas, a minimização de efluentes, a redução da produção de resíduos, a redução do consumo de água, a redução do consumo de energia, entre outras. Apostando cada vez mais na inovação, no ciclo de vida dos produtos, no ecodesign, na economia circular, minimizando a pegada ecológica da organização e avaliando o seu desempenho ambiental.

Por fim, analisando os ODS, numa outra perspetiva, à luz do referencial ISO 45001, encontramos:

  1. Saúde de qualidade;
  2. Trabalho digno e crescimento económico;
  3. Reduzir as desigualdades.

Com a implementação deste referencial, a organização poderá melhorar o ambiente de trabalho, tornando-o mais seguro e saudável, prevenindo e reduzindo os acidentes, evitando as doenças profissionais, reduzindo os custos de seguros de trabalho, os dias de trabalho perdidos, incrementando políticas para trabalhadores mais motivados e mais conscientes do “papel” que estão a desempenhar e como este se reflete em cada um, na sua família e na sociedade.

Os ODS são uma oportunidade para as empresas melhorarem as suas ações, assim como implementarem novos projetos com o objetivo de contribuir para as metas nacionais e internacionais. A implementação de um Sistema de Gestão Integrado permite às empresas estarem um passo à frente na dinamização e cumprimento de objetivos de sustentabilidade, assentes numa estratégia de sustentabilidade ambiental, qualidade e saúde e segurança, para além de rácios financeiros tradicionais.

Ban Ki-moon, Secretário-geral das Nações Unidas à data do lançamento dos ODS referia “As empresas são um parceiro vital para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. As empresas podem contribuir através das suas atividades principais e instamos as empresas do mundo inteiro a avaliar os seus impactes, definir objetivos ambiciosos e comunicar os resultados de forma transparente.”.

Relativamente à questão inicialmente colocada, a resposta é simples… Empresas com mais qualidade, mais verdes e mais seguras são as que possuem referenciais integrados, que se assumem como o motor “acelerador” da economia. Já dizia Lavoisier “na Natureza, nada se perde, nada de ganha, tudo se transforma” e, está na hora da transformação!

A Pós-Graduação em Sistemas Integrados de Gestão, Qualidade, Ambiente e Segurança e Saúde no Trabalho, permite ao aluno adquirir competências para a implementação dos referenciais, aplicar as competências na sua empresa e torná-la mais sustentável a todos os níveis.

Dra. Ana Maia, Diretora de Qualidade do ISG e Coordenadora da Pós-Graduação em Sistemas Integrados de Gestão: Qualidade, Ambiente e Segurança, para a Link to Leaders

Outras Notícias

A comunidade científica tem que se vulgarizar

Quando pensamos na Ciência achamos que só uma elite é que pode e deve ter acesso a esta quando é precisamente o oposto. A comunidade científica tem vindo a crescer. Há programas escolares e académicos que têm promovido a massificação da cultura científica através do...

Seminário / Webinar “Gestão da Aeronavegabilidade” na Publituris

Não se esqueça que é já na próxima quarta-feira, dia 20 de outubro, que acontece o Seminário / Webinar “Gestão da Aeronavegabilidade”! Entre as 18h30 e as 20h30, vários oradores especializados nesta área profissional, marcarão presença no ISG para uma sessão com...

ISG com 25% de Alunos Internacionais

No ISG, o futuro, alicerçado a uma vasta tradição, é em simultâneo um método e um objetivo em todas as atividades académicas. Com esta ideia de passagem pelo tempo, que é óbvia na pedagogia pela atualização constante de conteúdos e pela experiência dos professores, a...

ISG no Projeto País do Inspiring Future

O ISG - Instituto Superior de Gestão, arranca com a campanha de comunicação das licenciaturas na Madeira, na próxima semana.Em parceria com a Inspiring Future, em formato de RoadShow, vamos dar-te a conhecer a mais antiga Business School em Portugal. Conhece o...

Projeto LIFE CLIVUT PROGRAMME

A equipa ISG voltou às sessões de monitorização, no âmbito do Projeto LIFE CLIVUT PROGRAMME, esta quarta-feira! O ISG, muito bem representado pelo Diretor, Professor Doutor Miguel Varela, pela Diretora de Relações Internacionais, Dra. Marta Santos, pela Diretora de...

APPM convida-te para a Marketing Marathon

A APPM - Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing, convida-te a participares na Marketing Marathon, um dos maiores e mais relevantes eventos dedicados ao Marketing! Ao nossos alunos do Mestrado de Marketing fica o desafio!!! Este evento que celebra o...

Seminário|Webinar “Gestão de Aeronavegabilidade”

Estamos quase no ar! No âmbito da nova Pós-Graduação em Gestão da Aeronavegabilidade, a descolar em janeiro de 2022, lançamos no dia 20 de outubro, entre as 18h30 e as 20h30, o Seminário/Webinar “Gestão da Aeronavegabilidade”. Numa sessão repleta de temas aliciantes...

“O pior inimigo do investidor é ele próprio”

A World Investor Week (Semana Mundial do Investidor) é uma iniciativa global criada pela IOSCO em 2017, com o objetivo de sensibilizar e alertar para a importância da educação financeira e da proteção dos investidores. A CMVM associa-se novamente à iniciativa que tem...

Primeira Sessão dos “Serões de Fiscalidade ISG”

Na passada quinta-feira, dia 07 de outubro, o Instituto Superior de Gestão deu início aos “Serões de Fiscalidade ISG”, no âmbito do CIT – Centro de Fiscalidade Avançada! Nesta primeira sessão, subordinada ao tema “O planeamento fiscal e o negócio da venda das...

×

Bem-vindo(a)!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 969844241