Academia Financeira do ISG

Academia Financeira do ISG

Decorreu no passado dia 15 de novembro, a 1ª sessão da Academia Financeira do ISG, subordinada ao tema “Inflação, Política Monetária e Rating: como a macro e a micro-economia impactam a nossa vida”.

Nesta sessão contámos com a presença dos alunos do 12º ano da área de ciências socioeconómicas do Colégio Valsassina, Real Colégio de Portugal e da Escola Secundária da Portela.

Este Projeto decorre no âmbito da parceria estabelecida entre o ISG e o MoneyLab, denominado ACADEMIA FINANCEIRA que assumirá como tema principal a educação financeira.

Saiba mais sobre a nossa Academia Financeira que já demonstrou ser um sucesso!

 

Deputada Ana Rita Bessa visita o ISG

Deputada Ana Rita Bessa visita o ISG

Hoje no Instituto Superior de Gestão, a Senhora Administradora Delegada do Grupo Ensinus, Dra. Teresa Damásio e o Diretor do ISG, Professor Doutor Miguel Varela, receberam a Senhora Deputada Ana Rita Bessa, do Grupo Parlamentar do CDS.

OPEN DAY ISG | PRODUTOS SUSTENTÁVEIS

OPEN DAY ISG | PRODUTOS SUSTENTÁVEIS

O ISG convida as escolas secundárias e profissionais a formarem uma ou mais equipas de 4 a 7 alunos, para participarem num desafio de gestão. Num ambiente e competição (cooperação e simultaneamente de competição) responde ao evento de criação de um produto sustentável. É já no dia 19 de abril de 2018.
Destinatários: Este evento foi especialmente concebido para os alunos do 11º e 12º ano, dos cursos de ciências socioeconómicas, de ciências e tecnologias e dos cursos profissionais, nomeadamente, gestão, contabilidade, comércio, marketing, banca e seguros e pretendam ingressar no ISG.

Consulte o programa

Open Day ISG | Be Global

Open Day ISG | Be Global

Tem como objetivo dotar cada aluno de um conjunto de instrumentos que lhe permita pensar, organizar, planificar e estruturar o seu percurso escolar e académico com vista à concretização dos seus objetivos e projetos em termos de futuro profissional, para um mercado de trabalho que em poucas décadas passou da nacional a internacional, mas que hoje, e para o futuro, só pode ser pensado de forma Global!

Iniciar um percurso Universitário tem que implicar uma escolha esclarecida sobre as ofertas disponíveis, mas também uma reflexão interna, profunda, sobre “o que quero ser” e “qual o caminho a percorrer para lá chegar”.

Serão realizados jogos e atividades com os participantes com o objetivo de fornecer instrumentos que os acompanhem e ajudem, em cada momento, a escolher e a tomar decisões sobre o seu percurso e o seu futuro.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES ISG | INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

Consulte o programa

Academia Financeira arranca no ISG

Academia Financeira arranca no ISG

Amanhã, dia 15 de novembro, tem lugar a 1ª sessão da Academia Financeira do ISG, subordinada ao tema “INFLAÇÃO, POLÍTICA MONETÁRIA E RATING: COMO A MACRO E A MICRO-ECONOMIA IMPACTAM A NOSSA VIDA”. Na aludida sessão estarão a assistir os alunos do 12º ano da área ciências socioeconómicas do Colégio Valsassina, Real Colégio de Portugal e da Escola Secundária da Portela.

Este Projeto decorre no âmbito da parceria estabelecida entre o ISG e o MoneyLab, denominado ACADEMIA FINANCEIRA que assumirá como tema principal a educação financeira.

Este Projeto, tal como o Criar Saberes, encontra-se direcionado para os alunos do 10º, 11º e 12º anos, dos cursos de ciências e tecnologias e ciências socioeconómicas, bem como para os alunos dos cursos profissionais, designadamente, gestão, contabilidade, banca e seguros, comércio e marketing.
As dez sessões terão lugar nas instalações do ISG e terão a duração de 90 minutos. Irão ocorrer mensalmente, de Novembro de 2017 a Maio de 2018, e contarão com a presença de duas turmas por sessão. Em cada sessão serão abordados conceitos-chave transversais e depois um tema diferente em cada aula de forma mais desenvolvida.

As escolas participantes terão a oportunidade de escolher um dos 10 temas das sessões, consoante o assunto e a data lhes seja mais conveniente.
A próxima sessão é já no dia 29 de novembro! Inscreva a sua escola!

Veja as imagens!

Consulte o programa

Liderança Envolvente – Um novo conceito de Liderança

Liderança Envolvente – Um novo conceito de Liderança

A evolução do estudo das organizações, numa ótica de gestão racional, coloca a liderança a par das diversas áreas do comportamento organizacional, tais como: a motivação, a comunicação, a gestão de conflitos, o planeamento de funções, os processos em grupo, as atitudes e o comportamento individual.

Estando todas estas áreas interligadas e interdependentes torna-se difícil ou até impossível dizer que uma delas é preponderante em relação às restantes.Todavia, a dificuldade de encontrar uma “receita” racional através da qual seja possível construir líderes de sucesso, tem tornado esta área um campo privilegiado de investigação e uma procura constante pelos gestores em conseguirem melhorias técnicas para melhorarem o seu desempenho.

Sucede porém, que nem os líderes nem os liderados conseguem controlar racionalmente todos os seus comportamentos e na maioria dos casos, ao invés do que se possa crer, os comportamentos exprimem-se de forma irracional.
A perspetiva que explica o comportamento humano pelas “forças” irracionais é bastante recente e baseia-se no funcionamento do cérebro “primitivo” (réptil) do ser humano vindo ao arrepio das linhas de investigação na continuidade de Erasmus, segundo o qual se deveria dispensar a emoção e dar lugar à razão.

As teorias que sustentam o domínio do comportamento irracional sobre o racional, mas que pode ser utilizado de forma inteligente, começou a dar os primeiros passos nos anos 20 do século passado com os trabalhos de Edward Thorndike que usou, à época, o termo “inteligência social”. A primeira designação, académica, de “inteligência emocional” só ocorreu em 1985 com as investigações de Wayne Payne. E, a notoriedade do tema, bem como a relevância que tem vindo a assumir no estudo dos comportamentos, só foi alcançada em 1995 com o livro de Daniel Goleman – Inteligência Emocional.

De acordo com os seus estudos, o domínio das emoções sobre o cérebro racional explica por que razão se consegue uma empatia com determinadas pessoas, ajudando ao trabalho em conjunto, ou a razão porque apesar de determinadas pessoas possuírem um Q.I. elevado e competências técnicas qualificadas, não conseguem ter sucesso no comando de pessoas.
Assim, Daniel Goleman identifica cinco aptidões chave da inteligência emocional: o autoconhecimento, o autocontrolo, a automotivação, a empatia e a aptidão social
As três primeiras aptidões estão relacionadas com o próprio indivíduo e são fundamentais para o desenvolvimento das restantes (empatia e aptidão social), nomeadamente na relação de cada um com os demais e que são determinantes nos comportamentos de liderança.

São estas duas habilidades que enchem uma personalidade com energia positiva perante as pessoas com quem se convive. Saber ouvir, respeitar opiniões, perceber o que os outros sentem, quais as suas fraquezas, como poder ajudá-los, são tudo qualidades que se vêem nos grandes líderes e que fazem toda a diferença.
Os estudos mais recentes sobre inteligência emocional têm demonstrado que os líderes que têm um nível mais elevado de Inteligência Emocional obtêm melhores resultados, aumentam a produtividade e a satisfação dos seus colaboradores e que é através da inteligência emocional que se explica a liderança transformacional.
A esse nível de capacidade de liderança, em que o líder cria uma relação empática e mecanismos de motivação focados nas necessidades emocionais dos colaboradores, devemos chamar-lhe Liderança Envolvente.

Na verdade, o nosso centro emocional acaba por ser a história da nossa vida. Saber lidar com ele é também a resposta ao que nós próprios sentimos. E, sentindo-nos melhor com nós mesmos, podemos ser: melhores alunos, melhores professores, melhores profissionais, melhores líderes. Enfim, melhores pessoas.
*Coordenador do Mestrado em Gestão do Potencial Humano do ISG – Instituto Superior de Gestão

Página 1 de 3123
Divi WordPress Theme