Select Page

Professor Doutor Joaquim Fialho

Docente

Joaquim Fialho. Professor no Instituto Superior de Gestão. É licenciado em serviço social e mestre em sociologia. Em 2008 concluiu a tese de doutoramento em

sociologia onde aplicou a metodologia de análise de redes sociais para medir as lógicas e os processos cooperação entre organizações. Tem participado como

conferencista em vários eventos, nacionais e internacionais, sobre redes sociais e estratégias de intervenção social. Coordenou o I e II Congresso Internacional de

Redes Sociais, em 2017 e 2018.

É analista de redes sociais e investigador integrado do CLISSIS – Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social da Universidade Lusíada.  Foi

investigador integrado do CICS.NOVA.

É quadro superior do Instituto do Emprego e Formação Profissional (1999-…). Atualmente é coordenador do Núcleo da Formação Profissional na Delegação Regional

do Alentejo do IEFP.IP. Foi (2009-2019) professor auxiliar convidado no Departamento de Sociologia da Escola de Ciências Sociais da Universidade de Évora. Foi (2010-

2013) docente no Campus Universitário de Santo André do Instituto Superior de Estudos Interculturais e Transdisciplinares (Instituto Piaget), onde integrou vários

cargos académicos. É tutor da Universidade Aberta (2008-…) no departamento de Ciências Sociais e Gestão.

Participa como comentador sobre questões associadas a redes sociais em vários órgãos de comunicação social. Coordenou, como investigador responsável, o projeto

de investigação “Os portugueses as redes sociais e as competências digitais” com financiamento da FCT.

Entre os principais livros, destacam-se: Manual para Intervenção Social (2021); Redes Sociais. Como compreendê-las? (2020); Redes sociais: para uma compreensão

multidisciplinar da sociedade (2018); Diagnóstico Social. Teoria, metodologia e casos práticos (2017 e 2015); Prospetiva estratégica: teoria, métodos e casos reais

(2017); Iniciação à Análise de Redes Sociais. Casos Práticos e Procedimentos com UCINET (2013); Formação profissional. Práticas organizacionais, políticas públicas e

estratégias de ação (2013).

As suas principais linhas de investigação são as estratégias de intervenção social, planeamento da intervenção social, políticas públicas, formação profissional, análise

de redes sociais, dinâmicas organizacionais, avaliação de projetos e construção de diagnósticos sociais.

×

Bem-vindo(a)!

Contacte-nos pelo WhatsApp

× 969844241